EcoCentro IPEC | Centro da Permacultura e da Biconstrução no Brasil

BioTERRA

BioTERRA

- Curso Vivencial

E-Learning | EAD

MÓDULO BIOTERRA - 11 A 16 DE JULHO DE 2017

Sobre o Curso

O Curso BioTERRA faz parte do programa Bioconstruíndo, criado em 1998, no Ecocentro IPEC. O programa tem como objetivo central a capacitação de novos Bioconstrutores, designers de pequenas construções e de soluções sustentáveis para suas necessidades e de seus resíduos. O curso completo se divide em 3 módulos: o BioTERRA, BioBAMBU e BioCIDADES. O BioTerra acontece em Julho, durante a seca, e é dirigido às tecnologías da Bioconstrução que usam o material mais abundante do planeta, TERRA; o BioBAMBU, acontece durante agosto, um dos poucos meses do ano que são aptos para o manejo deste material versátil e universal; e finalmente o BioCIDADES, evento focado nas tecnologías necessárias para uma casa tornar o seu entorno sustentável e saudável.

 

“O conceito de Bioconstrução engloba diversas técnicas da arquitetura vernácular mundial, algumas delas com centenas de anos de história e experiência, tendo como característica a preferência por materiais do local, como a terra, diminuindo assim os gastos com fabricação e transporte e construindo habitações com custo reduzido e que oferecem excelente conforto térmico.


São geralmente técnicas simples que qualquer pessoa é capaz de fazer, coordenada ou não por profissionais, permitindo serem chamadas técnicas de autoconstrução. Assim, elas incluem grande dose de criatividade, vontade pessoal do proprietário e responsável pela obra e o uso de soluções ecológicas pontuais adaptadas à cada caso.”
(SOARES,98)

O Curso BioTERRA é uma imersão na Bioconstrução e no material mais abuntante de nosso planeta, a TERRA.

Uma oportunidade em muitos sentidos.

O objetivo central do evento é a capacitação de novos Bioconstrutores, designers de pequenas construções e de soluções sustentáveis para suas necessidades e de seus residuos.

O tema deste ano será: Minha casa com as próprias mãos.

 

VEJA AQUI AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM PARA O BioTERRA 2017!

SEJA PARTE DE NOSSA HISTORIA! 

Nossa metodologia de ensino simples, muito prática, adaptada ao público, aplicada em um centro-modelo real, permite a redescoberta e observação de uma área de recuperação ambiental. Desde 1999, o ecocentro IPEC mostra um modelo de ocupação sustentável da área, arquitetura apropriada e design sustentável.

O BioConstruindo, oferece uma experiência didática especial, em que todos os sentidos estão ligados à prática, este é um curso de mãos na massa, trabalhando nas técnicas em obras reais, aplicadas ao local. A experiência é profunda e holística, cria memória muscular.

Durante o curso ensinaremos diferentes técnicas de construção natural, todas elas usadas em nossas construções e projetos do Ecocentro IPEC. Os participantes construirão usando téncicas como o tradicional Adobe, o milenar COB, a moderna Taipa Leve, os resistentes hiperadobe e taipa de pilão, o plástico e colorido dos rebocos e tintas naturais, entre outras tecnologías com anos de experiência em nossas Bioconstruções.

 

 

O Ecocentro IPEC é pioneiro da bioconstrução moderna do Brasil! 

 

 

 

 

SEJA PARTE DE NOSSA HISTÓRIA

 

QUANDO E ONDE?

A próxima edição do BioTERRA será entre os dias 11 a 16 de Julho de 2017.

A chegada se recomenda a partir das 16:00hrs do dia 10 de julho.

O TEMA DESTE ANO É: “A TERRA ABUNDANTE, MINHA CASA COM AS PRÓPRIAS MÃOS

 

OFICINAS PRÁTICAS:

FABRICAR E ASSENTAR ADOBES/ COB / HIPERADOBE / TAIPA DE PILÃO / TAIPA URBANA/ TAIPA LEVE/ TIJOLOS DE SOLO CIMENTO/ REBOCO NATURAL FINO E GROSSO/ TINTAS NATURAIS

NÃO FIQUE DE FORA

SEJA A MUDANÇA

VIVA PERMACULTURA

VEJA AQUI AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM PARA O BioTERRA 2017!

 

Local: Ecocentro ipec, Pirenopolis/GO- o maior centro de referência de bioconstrução e permacultura na america latina.

VEJA AQUI NOSSO MAPA!

 

 

O Curso Inclui

– Participação integral no curso, com 5 dias de uma memorável experiência de aprendizado colaborativo entre instrutores e participantes;
– Oficinas de construção com terra. Aprenda a construir com Adobes, COB, hiperadobe, taipa leve, rebocos naturais, taipa de pilão, tintas naturais e permacultura urbana.
– Alimentação completa (café da manhã bufet, lanche da manhã, almoço bufet, lanche da tarde e jantar bufet). São refeições naturais preparadas por equipe de chefs locais, com ingredientes e culinária regionais;
– Hospedagem de acordo com a sua opção de pagamento.
-A inscrição padrão inclui hospedagem em quarto duplo na Vila Ecoversitária – nosso modelo colaborativo de arquitetura e simplicidade;
-Outras opções de hospedagem incluem as Eco-Cabanas privativas, o Hostel Ecocentro e o Acampamento Social.
– Você receberá ainda material didático, ilustrativo e referencial do curso.

Carga Horária

36 horas

Educadores

  • Pablo Barrantes Trivelato

    Pablo Barruntes – Permacultor Bioconstrutor

    Pablo Trivelato Barrantes , brasileiro e costariquenho , permacultor, construtor natural, e produtor orgânico. Teve o seu primeiro encontro com a permacultura em 2008 e em 2010 se dedicou ao estudo e prática de permacultura em um ambiente urbano na costa rica . Em 2012 viajou ao Ecocentro IPEC pra aprofundar na permacultura e desempenhou vários funções desde voluntário até coordenador de operações.
    Como parte das equipe do Ecocentro IPEC participou do Boom Festival 2014 e 2016 na área de sustentabilidade e construção natural.
    Em 2015 atuou como coordenador de sustentabilidade e operacional do Organika Festival, e participou também do Existdance Festival na área de construção.
    Pablo orienta oficinas e projetos de bioconstrução, agrofloresta e sustentabilidade na Costa Rica , Brasil , e em Portugal.
    É parceiro do projeto agroecologico Terra de São Francisco, dedicado a produção orgânica de hortaliças , agrofloresta, e recuperação do cerrado, em Planaltina, DF.

  • Tomaz Ahau

    Tomaz Ahau :

    Empresário, artista plástico auto didata, empreendedor social, permacultor pelo IPEC (Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado) desde 2002. Com experência prática em bioconstrução, agroecologia e design de ecovilas,hoje atua como presidente da ong Ipec, onde coordena projetos sociais . Também é co-fundador dos espaços Jacutinga Centro Cultural, Casa dos Holons , além de fundador do Instituto 13 Luas, em São Paulo.Na Casa dos Holons ,desenvolveu o projeto inovador do primeiro Laboratório de Permacultura do Brasil, de onde surgiram as „taipas urbanas“ (bioconstrução com resíduos )e o programa de Biocapacitação ,Curso modular que inclui um conjunto de práticas integradas para a sustentabilidade .Atualmente reside em Pirenópolis e coordena a Base de Campo EcoPireneus ( Futuro Campus Ecopedagógico da Escola Pireneus ,na Ecovila Guabaré e é consultor senior da IQX Sustentabilidade.

  • Tiago Ruprecht

    Nascido em Santos (79), SP, possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004), Bioconstrução e Permacultura pelo IPEC em 2001 e 2003. Conta com mais de 10 anos de experiência na área de BioConstrução, Saneamento Ecológico, com ênfase em Permacultura e Sistemas Sustentáveis. Durante 7 anos no México (2005 a 2012) desenvolveu e implantou diversos projetos de bioconstruções, saneamento ecológico e permacultura de variadas abrangências (sociais, empresariais e principalmente educacionais). De volta ao Brasil, trouxe tecnologias, métodos e conceitos que absorveu durante este período no exterior. Atuou recentemente como servidor Celetista da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) no Projeto Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina onde é responsável técnico pelo projeto e implantação das obras de Saneamento Ecológico na Comunidade Caiçara da Praia do Sono, em Paraty, RJ. Ainda em Paraty, fundou a Urucum, empresa especializada em projetos de BioArquitetura e Licenciamento ambiental.
    Hoje é nosso especialista em desenvolvimento de projetos técnicos e faz parte da equipe residente de instrutores do Ecocentro IPEC.

  • Samia Toledo Klink

    Samia Toledo Klink, 29 anos, mineira de nascimento, paulistana de registro, mas caiçara por ter sido criada à beira do mar e das cachoeiras de Paraty, RJ. Permacultora formada em psicologia com abordagem Familiar Sistêmica, ao longo dos anos se aperfeiçoou em diferentes áreas da saúde como Equoterapia, Massoterapia e Naturologia, além de ter participado de diversos cursos com foco em Psicologia e Saúde. Atualmente se formou Cuidadora Integrativa pela Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP o que dá uma visão de mundo integrativa entre Ser Humano, Saúde e Natureza para sua vida e sua atuação profissional.Trabalhou em diferentes áreas da Saúde, e aprofundou seu contato com a Permacultura quando conheceu seu companheiro Tiago Ruprecht há 4 anos em Paraty.Em 2016 veio ao IPEC pela primeira vez fazer o curso Bioconstruíndo Cidades, onde teve a oportunidade de vivenciar a integração com a Natureza de maneira mais saudável e responsável, aqui conheceu possibilidades de deixar o mínimo de impacto, e estratégias de reduzir o consumo, e ter uma existência mais responsável de maneira colaborativa. Acredita que Permacultura é sinônimo de Saúde, pois ela promove, mantém e restaura a saúde do meio ambiente e daqueles que dele fazem parte.Samia busca desenvolver pesquisas e produtos com fitoterápicos, alimentação orgânica, PANCs terapias integrativas complementares e medicina popular, pretende junto a outros empreendimentos e parcerias locais desenvolver produtos ecológicos de qualidade.

  • Luciana Guidoux e Rodrigo "Negro" Bordón

    Luciana Guidoux conheceu a Permacultura em 2001 em um curso no Rincão Gaia, de José Lutzemberger. Neste mesmo ano participou do 1 Bioconstruindo no Ecocentro IPEC, e no ano seguinte voltou para ficar. Viveu 6 anos no Ecocentro, dedicando seu tempo principalmente à alimentação, educação, construção com terra e manutenção do local.

    Viajou pela América Latina por quase dois anos conhecendo e trabalhando em lugares de permacultura. Viveu por 4 anos no Takuara Renda, Paraguai, fundação que trabalha com a permacultura enfocada no uso sustentável do bambu, onde se dedicou à cozinha, aos cultivos, e à construção integrada de terra e bambu.

    Atualmente, com o companheiro Rodrigo, atuam de forma independente colaborando com projetos de permacultura e alimentação natural no Brasil, Paraguai e Argentina, e possuem seu próprio projeto familiar na Mata Atlântica de Maquiné-RS.

    Rodrigo “Negro” Bordón. Candombero e Permacultor. Argentino de nascimento, paraguaio por ascendência e agora também brasileiro. Apaixonado pela cultura musical afro-uruguaia.

    Conheceu a Permacultura em 2012 no Paraguai, na Fundação Takuara Rendá (Mundo do Bambu na língua Guaraní), dirigida e coordenada pelo arquiteto Guillermo Gayo. Ali conheceu a Luciana Guidoux, quem trabalhava no Centro há uns anos. Desde então dedicado ao estudo do Bambu (cultivo e aproveitamento), aplicado à Bioconstrução; cultivo agroecológico e à área da Saúde (alimentação e culinária natural).

    Junto com Luciana Guidoux, levam a Permacultura por todos lugares onde forem, transitando entre Argentina, Paraguai e Brasil.
    Conheceu o IPEC em 2014 como visitante, e desde então forma parte da equipe em cursos e eventos, sempre que se derem as condições.
    Atualmente, atua em forma independente em projetos permaculturais pessoais; periodicamente como parceiro no Takuara Rendá e no IPEC, além de formar parte da equipe de auxiliares no atendimento a distância do Dr. Luiz Meira (médico).

Investimento

Os custos de investimento são variáveis ​​dependendo da opção de conforto e privacidade que você escolher.
Todas as opções incluem alimentação completa e acomodação no Ecocentro IPEC:

ECO CHALET – cozinha privativa, banheiro privativo e chuveiro. Casa de 50m2 totalmente construída de forma natural, com acabamento de ponta e sistema de saneamento ecológico, localizado perto dos jardins alimentares, muito calmo e confortável. Cama queen size. – 1 disponível – R$ 2350,00

ECOVERSITY VILLAGE – quarto duplo compartilhado com beliche ou cama queen size. O alojamento padrão para eventos no Ecocentro, construído com superadobe, curvas sinuosas e todos os benefícios de uma casa construída pela terra, banheiros de compostagem compartilhados e chuveiros aquecidos pelo sol, localizado ao lado do Centro Bill Mollison de Estudos Sustentáveis ​​e da cozinha comunitária .- 25 disponíveis – R$ 1870,00

CASA MÃE HOSTEL – estrutura mais antiga, localizada no coração do ecocentro, é aí que tudo começou! Quartos compartilhados 5 camas em cada um, banheiros de compostagem compartilhados e chuveiros com calor solar. -10 disponíveis – R$ 1700

CAMPING. Se você gosta de estar mais perto da natureza, como ouvir os sons da natureza, detectar pequenos animais … superfície de campismo com sombra de árvores, perto de cozinha comunitária, banheiro de compostagem, chuveiros aquecidos pelo sol e parque para crianças. -20 disponível-R $ 1400

VER TODAS AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM E INSCRIÇÃO NO BIOCONSTRUÍNDO BIOTERRA

BIOTERRA- July 11-16, 2017

Queremos que você fique por perto durante todo o evento, por isso temos atividades programadas durante o dia e a noite, mas se preferir ficar na cidade, entre em contato conosco antes da reserva!

24 horas após a confirmação do pagamento do recebimento 24 horas após a confirmação do pagamento, você receberá um e-mail de confirmação, juntamente com informações e dicas para o máximo aproveitamento do evento.

o Ecocentro faz contato unicamente por:

info@ecocentro.org

inscricoes@ecocentro.org

arquitectura@ecocentro.org

Fotos do Curso