EcoCentro IPEC | Centro da Permacultura e da Biconstrução no Brasil

BioBAMBU

BioBAMBU

- Curso Vivencial

E-Learning | EAD

Bioconstruíndo - módulo BioBAMBU - de 10 a 13 de AGOSTO

Sobre o Curso

CURSO BioCONSTRUINDO_BioBAMBU

Proposta temática: Do plantio à construção.

O arquiteto argentino Guillermo Daniel Gayo foi quem plantou as mudas de bambu das espécies Guadua angustifolia,  Dendrocalamus asper, Bambusa vulgaris, Guadua chacoensis entre outras há 15 anos atrás aqui no Ecocentro IPEC.

Naquela época quando plantadas tinham a intenção de se transformar em enormes touceiras, para que com ela construíramos nossas Bioconstruções.

Este dia chegou!

Guillermo voltará ao IPEC com sua equipe de aprendizes para transformar o que ele plantou há 15 anos em um material nobre para a Bioconstrução. Iremos aprender com eles a manipular as grandes touceiras, quando e como cortar cada vara, como tratar, manipular e finalmente como construir com este material milenar e versátil. O grande diferencial da técnica de fusão entre o Bambú e o Barro é a novidade que Guillermo e sua equipe vem trazer ao Ecocentro, o BioBambu.

Venha aprender desde o plantio até a construção com bambú!

 

VEJA AQUI AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM PARA O BioBAMBU 2017!

O Curso Bioconstruíndo, módulo BioBAMBÚ é uma imersão na Bioconstrução e no material mais versátil  de nosso planeta, o BAMBU. Foram milenios de tradição, onde a construção com BAMBU demostrou ser barata, eficiente, sustentável e saudável. Além de praticamente gratuita, o BAMBU é abundante, e possivel de ser plantado em quase qualquer lugar do planeta,  e é talvez, junto com o BARRO, o melhor material para a construção de habitação humana. As casas construídas com BAMBU E BARRO funcionam como regulador térmico e filtram o ar e as más influências do ambiente.

 

O objetivo central do evento é a capacitação de novos Bioconstrutores, designers de pequenas construções e de soluções sustentáveis para suas necessidades e de seus residuos. Fomentamos pessoas pensantes em um mundo de constantes mudanças a tomarem decisões baseadas na intuição natural.

 

A nossa metodologia de ensino, didática simples e adaptada ao público, aplicada em um centro modelo real, permite o re-descobrimento e a observação do ambiente em recuperação. Desde 1999 o EcocentroIPEC apresenta modelos de ocupação sustentável do terreno, arquitetura apropriada e design para a sustentabilidade.

 

O BioCONSTRUINDO oferece uma didática diferenciada onde todos os temas estão conectados com a prática, com referência direta no terreno e nas próprias mãos, proporcionando uma compreensão holística e mais aprofundada. Produz memória muscular!
Durante o curso BioBAMBU ensinaremos técnicas de plantio de mudas, identificação de espécies e seus potenciais, formas de colher e tratar as varas de bambu, técnicas de corte e amarração de nós e uniões estruturais, e finalmente técnicas construtivas com bambú e sua fusão com o barro.

 

Os 19 anos de experiência de Guillermo com o Bambu, trazem a confiança da experiência na prática.

 

Desenvolveremos junto com Guillermo e sua equipe, um enfoque de design e projeto elemental, baseado a partir de estruturas geodésicas simples e tecnologías de baixa complexidade com énfasis na evolução do hábitat orgânico, com soluções locais e práticas, paredes de taipa com bambu e rebocos de paredes.

 

O Ecocentro é pioneiro na Bioconstrução moderna no Brasil. Venha participar desta história!

 

QUANDO E ONDE?
O curso Bioconstruindo, BioBAMBU, acontecerá no Ecocentro IPEC entre os dias 10 a 13 de Agosto – 2017, terá como foco o tema: “Bambu, do plantio, à colheita”.

A chegada se recomenda que seja a partir das 16:00hrs do dia 9 de Agosto, o jantar e a hospedagem estão incluidos no valor do curso.

OFICINAS PRÁTICAS:

Retirada de mudas / plantio de mudas / identificação de espécies e usos / colheita de varas para uso / preservação e preparo de varas / construção de estrutura em bambu / construção com barro-bambu

FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO!

APROVEITEM OS DESCONTOS ESPECIAIS PARA ESTUDANTES E MORADORES DE PIRENÓPOLIS E REGIÃO

VEJA AQUI AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM PARA O BioBAMBU 2017!

SEJA A MUDANÇA

VIVA PERMACULTURA

realização:

e

Local: Ecocentro IPEC, Pirenópolis/GO – O maior centro de referência em sustentabilidade da América Latina.

O Curso Inclui

O CURSO INCLUI

– Participação integral no curso, com 4 dias de uma memorável experiência de aprendizado colaborativo entre instrutores e participantes;
– Oficinas de construção com bambú e terra. Aprenda colher, plantar, cortar, tratar e construir com o bambu.
– Alimentação completa (café da manhã bufet, lanche da manhã, almoço bufet, lanche da tarde e jantar bufet). São refeições naturais preparadas por equipe de chefs locais, com ingredientes e culinária regionais;
– Hospedagem de acordo com a sua opção de pagamento.
-A inscrição PADRÃO inclui hospedagem em quarto duplo na Vila Ecoversitária – nosso modelo colaborativo de arquitetura e simplicidade;
-Outras opções de hospedagem incluem as Eco-Cabanas privativas, o Hostel Ecocentro e o Acampamento Social.
– Você receberá ainda material didático, ilustrativo e referencial do curso.

Carga Horária

32 HORAS

Educadores

  • GUILLERMO DANIEL GAYO

    Trabalho há 30 anos como Arquiteto descubrindo o Bambu e a Permacultura ao iniciar o presente século.
    Fundadou no ano 2000 em Paraguay a Fundação TaKuara Renda, Centro de referência de Permacultura e escola de tecnología apropriada para o aproveitamento do Bambu, uma ONG que gera sua própria sustentabilidade econômica com a transformação do Bambu, construção de Habitat Orgânico e cusros de capacitação.
    Imparte cursos, conferencias, palestras, seminários no Paragay, Brasil, Argentina, Chile, Bolivia, Guatemala, Equador, México e também é tuto de trabalhos de mestrados ou tesis em várias faculdades de Arquitetura, Design Industrial e Gestão Ambiental.
    Desenvolve um enfoque elemental do design a partir de estruturas geodésica simples e tecnologias de baixa complexidade com ênfasis na evolução do hábitat orgânico, somando soluções locais como o teto verde leve, paredes de terra estruturados com bambu e rebocos para paredes tipo Tadelakt.

    Trabajo 30 años como Arquitecto descubriendo el Bambu y la Permacultura al iniciar el siglo presente.
    Creador en el año 2000 Paraguay de la Fundacion TaKuara Renda ,Centro de referencia de Permacultura y escuela de tecnología apropiada para el aprovechamiento del Bambu una ONG que gestiona su sustentabilidad económica con la transformación del Bambu , construcción de Habitat Organico y cursos de capacitación .
    Imparte cursos,conferencias,seminarios en Paraguay ,Brasil,Argentina,Chile,Bolivia,Guatemala,Ecuador,Mexico , asi como es tutor de trabajos de maestria o tesis de grado en las carreras de Arquitectura, diseño industrial, gestion ambiental .
    Desarrolla un enfoque elemental del diseño a partir de estructuras geodésicas simples y tecnologías de baja complejidad con énfasis en la evolución del hábitat organico con soluciones regionales como el techo verde liviano , muros de tierra estructurados con bambu y revestimientos para muros Tadelakt.

  • Luciana Guidoux e Rodrigo "Negro" Bordón

    Luciana Guidoux conheceu a Permacultura em 2001 em um curso no Rincão Gaia, de José Lutzemberger. Neste mesmo ano participou do 1 Bioconstruindo no Ecocentro IPEC, e no ano seguinte voltou para ficar. Viveu 6 anos no Ecocentro, dedicando seu tempo principalmente à alimentação, educação, construção com terra e manutenção do local.

    Viajou pela América Latina por quase dois anos conhecendo e trabalhando em lugares de permacultura. Viveu por 4 anos no Takuara Renda, Paraguai, fundação que trabalha com a permacultura enfocada no uso sustentável do bambu, onde se dedicou à cozinha, aos cultivos, e à construção integrada de terra e bambu.

    Atualmente, com o companheiro Rodrigo, atuam de forma independente colaborando com projetos de permacultura e alimentação natural no Brasil, Paraguai e Argentina, e possuem seu próprio projeto familiar na Mata Atlântica de Maquiné-RS.

    Rodrigo “Negro” Bordón. Candombero e Permacultor. Argentino de nascimento, paraguaio por ascendência e agora também brasileiro. Apaixonado pela cultura musical afro-uruguaia.

    Conheceu a Permacultura em 2012 no Paraguai, na Fundação Takuara Rendá (Mundo do Bambu na língua Guaraní), dirigida e coordenada pelo arquiteto Guillermo Gayo. Ali conheceu a Luciana Guidoux, quem trabalhava no Centro há uns anos. Desde então dedicado ao estudo do Bambu (cultivo e aproveitamento), aplicado à Bioconstrução; cultivo agroecológico e à área da Saúde (alimentação e culinária natural).

    Junto com Luciana Guidoux, levam a Permacultura por todos lugares onde forem, transitando entre Argentina, Paraguai e Brasil.
    Conheceu o IPEC em 2014 como visitante, e desde então forma parte da equipe em cursos e eventos, sempre que se derem as condições.
    Atualmente, atua em forma independente em projetos permaculturais pessoais; periodicamente como parceiro no Takuara Rendá e no IPEC, além de formar parte da equipe de auxiliares no atendimento a distância do Dr. Luiz Meira (médico).

  • Pablo Barrantes

    Permacultor Bioconstrutor

    Pablo Trivelato Barrantes , brasileiro e costariquenho , permacultor, construtor natural, e produtor orgânico. Teve o seu primeiro encontro com a permacultura em 2008 e em 2010 se dedicou ao estudo e prática de permacultura em um ambiente urbano na costa rica . Em 2012 viajou ao Ecocentro IPEC pra aprofundar na permacultura e desempenhou vários funções desde voluntário até coordenador de operações.
    Como parte das equipe do Ecocentro IPEC participou do Boom Festival 2014 e 2016 na área de sustentabilidade e construção natural.
    Em 2015 atuou como coordenador de sustentabilidade e operacional do Organika Festival, e participou também do Existdance Festival na área de construção.
    Pablo orienta oficinas e projetos de bioconstrução, agrofloresta e sustentabilidade na Costa Rica , Brasil , e em Portugal.
    É parceiro do projeto agroecologico Terra de São Francisco, dedicado a produção orgânica de hortaliças , agrofloresta, e recuperação do cerrado, em Planaltina, DF.

  • TIAGO RUPRECHT

    Nascido em Santos (79), SP, possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004), Bioconstrução e Permacultura pelo IPEC em 2001 e 2003. Conta com mais de 10 anos de experiência na área de BioConstrução, Saneamento Ecológico, com ênfase em Permacultura e Sistemas Sustentáveis. Durante 7 anos no México (2005 a 2012) desenvolveu e implantou diversos projetos de bioconstruções, saneamento ecológico e permacultura de variadas abrangências (sociais, empresariais e principalmente educacionais). De volta ao Brasil, trouxe tecnologias, métodos e conceitos que absorveu durante este período no exterior. Atuou recentemente como servidor Celetista da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz) no Projeto Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina onde é responsável técnico pelo projeto e implantação das obras de Saneamento Ecológico na Comunidade Caiçara da Praia do Sono, em Paraty, RJ. Ainda em Paraty, fundou a Urucum, empresa especializada em projetos de BioArquitetura e Licenciamento ambiental.
    Hoje é nosso especialista em desenvolvimento de projetos técnicos e faz parte da equipe residente de instrutores do Ecocentro IPEC.

Investimento

O valor do investimento é variável de acordo com a sua opção de hospedagem:
Todas as opções incluem alimentação completa e alojamento no Ecocentro.

VEJA AQUI AS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM PARA O BioBAMBU 2017!

Eco Cabanas, com cozinha e banheiro privativo. Quarto de casal – 3 Vagas – R$ 1980,00
Vila da Ecoversidade – quarto duplo partilhado – a opção PADRÃO para os eventos no Ecocentro. 25 vagas – R$ 1710,00
Hostel da Casa Mãe – Alojamento coletivo (Masculino / Feminino – 10 Vagas – R$ 1530,00
Camping – Com seu próprio equipamento, duchas e banheiro na Vila da Ecoversidade – 20 Vagas – R$ 1260,00

BioTERRA modo TROCA-PRÉ CURSO, com hospedagem na Casa do Sítio de Um Hectare. Se realiza uma troca de trabalho por um desconto parcial no valor da inscrição. SOMENTE 2 vagas – Entre em contato para mais informações!

BIOBAMBU- 10 A 13 DE AGOSTO – 2017

Nós queremos você por perto durante todo o evento. Temos atividades programadas para o dia e para a noite, mas se você prefere ficar hospedado na cidade antes de fazer a inscrição entre em contato conosco.

24 horas após a confirmação do pagamento você receberá o email de confirmação juntamente com as informações necessárias para o máximo aproveitamento do evento

O Ecocentro faz todo o atendimento únicamente através dos e-mails:

info@ecocentro.org

inscricoes@ecocentro.org

arquitetura@ecocentro.org

Fotos do Curso